Paulo Gustavo ganha homenagem de Tina Knowles, mãe de Beyoncé

Marido do ator se emocionou com a declaração de Tina. Confira.

O humorista Paulo Gustavo
Foto: Reprodução Internet

Paulo Gustavo realmente era conhecido no mundo todo. Após Beyoncé homenagear o humorista em seu site oficial, Tina Knowles, mãe da diva do pop, também prestou um tributo ao brasileiro.

Tina usou sua conta oficial do Instagram para falar sobre Paulo Gustavo, que era muito fã de Beyoncé.

“Infelizmente, nós perdemos um ator e comediante muito amado, o Sr. Paulo Gustavo. Sr. Gustavo era muito fã de Beyoncé e parte da Beyhive. Ela também era fã dele. Estamos rezando por sua família e seus fãs. Você fará falta, Paulo”, escreveu Tina, na legenda de uma notícia sobre a morte do ator.

Thales Bretas, marido de Paulo Gustavo, ficou emocionado com a homenagem de Tina. O médico compartilhou o post da mãe de Beyoncé em seu Instagram e escreveu: “Mãe de Beyoncé falando dele, e que ela também era fã. Quem conhece ama”.

VEJA TAMBÉM:

—> Paulo Gustavo morre aos 42 anos após complicações da Covid-19

—> Escritor Paulo Coelho aponta ‘assassinos de Paulo Gustavo’

—> Após complicações da Covid-19, morre o pai do apresentador Yudi Tamashiro

No dia 5 de maio, a própria Beyoncé reservou um espaço em seu site para prestar uma homenagem à Paulo. Ao abrir o site oficial da cantora, é possível ver imediatamente uma foto do ator com a mensagem: “Descanse em paz, Paulo Gustavo”.

Paulo Gustavo era fã número 1 de Beyoncé. O ator já compareceu em diversos shows da artista e era conhecido pelo fã do clube dela.

Recentemente, um vídeo em que ele aparece, durante uma apresentação da cantora, apertando sua mão, viralizou na web. Outro vídeo, com um compilado de momentos do humorista falando de Beyoncé e indo aos seus shows, mostra o quanto ele a admirava.

No seu show, “220 volts”, Paulo homenageava Beyoncé apresentando um número da cantora.

MORTE DE PAULO GUSTAVO

Paulo foi mais uma vítima do Covid-19. O ator morreu no dia 4 de maio após passar mais de 50 dias internado em um hospital no Rio de Janeiro.

Ele ficou quase dois meses intubado e durante esse tempo precisou ser submetido a um novo tratamento com auxílio de um ‘pulmão artificial’, a ECMO.

Nos últimos dias de internação, Paulo teve uma embolia pulmonar com graves complicações e acabou não resistindo.

O corpo de Paulo Gustavo foi cremado nesta quinta-feira (06), em uma cerimônia íntima apenas para familiares e amigos próximos do ator.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários