Comprovante de vacinação será solicitado em academias, cinemas e teatros

Pontos turísticos também estão na lista do novo decreto que entrará em vigor no Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução Internet.

De acordo com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, a partir do dia 1º de setembro, o comprovante de vacinação será necessário para cariocas e turistas.

Todos terão que comprovar que receberam uma ou duas doses da vacina contra Covid-19 para poder frequentar locais de uso coletivo.

Além dos pontos turísticos, também entram na lista academias, cinemas e teatros.

Documentos como a carteira de vacinação digital do ConecteSUS, o próprio cartão do SUS ou um papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde, servem como comprovante.

VEJA TAMBÉM:

—> Juliano Cazarré se pronuncia após polêmica sobre não querer tomar a vacina

—> Fátima Bernardes toma vacina contra Covid-19 e celebra: ‘Muito emocionada’

—>  Prefeitura de Fortaleza vai investigar vacinação de Thyane Dantas

A comprovação da vacinação é uma forma de se preparar para a reabertura oficial, uma vez que grande parte da população já está vacinada e o funcionamento dos estabelecimentos está voltando ao normal.

O prefeito ainda fez um alerta para os turistas, afirmando que todos serão bem recebidos caso queiram visitar o Rio de Janeiro em setembro ou outubro, mas que fiquem atentos, pois será cobrada a carteira de vacinação.

Confira a lista de locais onde será necessário apresentar o comprovante de vacinação:

  • Academias de ginástica
  • piscinas
  • centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais;
  • vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos;
  • cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
  • atividades de entretenimento
  • locais de visitação turística, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in.

Já em São Paulo, onde a quarentena contra o coronavírus foi encerrada, a prefeitura também irá exigir que as pessoas comprovem que receberam o imunizante para entrarem em eventos, shoppings e restaurantes.

O documento, que vai funcionar como um “passaporte da vacina”, será emitido por um aplicativo.

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários