Fátima Bernardes toma vacina contra Covid-19 e celebra: ‘Muito emocionada’

Apresentadora compartilhou nas redes sociais vídeos e fotos do momento. Confira!

Fátima Bernardes
Foto: Reprodução Instagram

Aos 58 anos de idade e em tratamento após retirar um câncer no colo do útero, Fátima Bernardes tomou a primeira dose da vacina conta a Covid-19 nesta quinta-feira (03).

A apresentadora usou seu Instagram para celebrar o momento e disse que estava muito emocionante e até nervosa. “Hoje estou de folga do “Encontro”, mas acordei cedinho porque tenho um compromisso muito especial que tirou meu sono de tanta ansiedade”, contou ela, nos Stories.

“Que alegria e ao mesmo tempo que dor por tantos brasileiros que não tiveram essa mesma chance que eu. Tomei a AstraZeneca. Vou continuar com os mesmos cuidados de sempre e esperar pela segunda dose”, escreveu na legenda de uma foto em que aparece tomando a vacina.

“Estou muito emocionada”, comentou Fátima em um vídeo. “Porque hoje aqui eu me reencontrei com brasileiros que são como eu, que apostam na ciência, que apostam no SUS, que não negam o momento difícil que a gente está vivendo. Foi um momento cívico, um momento de patriotismo.”

Fátima também compartilhou uma foto ao lado do namorado Túlio Gadêlha, que a acompanhou neste momento. “Juntos em mais esse momento importante das nossas vidas”, escreveu.

Nos comentários das publicações, diversos famosos celebraram a vacina de Fátima. Fernanda Gentil escreveu: “Vivaaaaa❤️❤️❤️❤️❤️”. Mariana Xavier disse: “Vivaaaaaaa!!!!! Que alegria e que alívio ver mais uma pessoa amada vacinada! ❤️”.

“Viva!!!”, comentou Bráulio Bessa, amigo de Fátima que recentemente precisou ser internado por conta da Covid-19 mas já se recupera em casa.

Desde o início da vacinação no Brasil, Fátima Bernardes faz campanha para que as pessoas se vacinem. Nos últimos tempos, a apresentadora também tem usado suas redes sociais para criticar o governo Bolsonaro.

Fátima criticou a carreata de motos que o presidente fez no Rio de Janeiro em maio e disse: “A falta de humanidade também dói e também mata.”.

Nesta semana, a apresentadora do “Encontro” também usou as redes sociais para criticar a decisão de Bolsonaro em sediar a Copa América no Brasil.

“Como assim? Por que sediar um evento internacional neste momento e com apenas duas semanas para planejar qualquer ação de saúde e prevenção. Não há tempo nem de vacinar os envolvidos”, escreveu, indignada.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários