Juliette acusa Antônia Fontenelle de xenofobia e atriz responde

Elba Ramalho também se pronunciou após comentário da artista sobre o caso do DJ Ivis.

Foto: Reprodução Internet.

No último domingo, os vídeos onde o DJ Ivis aparece agredindo a ex-mulher viralizaram nas redes sociais e causaram revolta nos internautas.

Vários famosos se manifestaram sobre o assunto e demonstraram apoio à Pamella Gomes de Holanda e sua filha de apenas 11 meses.

Em um comentário deixado através do Instagram, a apresentadora, atriz e youtuber Antônia Fontenelle criticou o DJ, que é paraibano.

Utilizando uma linguagem informal, a atriz escreveu: “Esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo”.

VEJA TAMBÉM:

—> Com participação de Juliette, live de Elba Ramalho repercute nas redes sociais

—>  Após indicação de Juliette, livro fica entre os mais vendidos da Amazon

—> Repercute vídeo que mostra DJ Ivis agredindo mulher na frente da filha

Fontenelle recebeu várias criticas sobre o termo utilizado e se justificou através dos Stories no Instagram.

“Paraiba é força de expressão”, escreveu. Ela afirmou que bater em mulher é um exemplo de “fazer paraibada”, e que ela utiliza a palavra sem levar em consideração o local onde a pessoa nasceu.

A artista rebateu os comentários negativos que recebeu dizendo que o internautas são do mal, fazem parte de uma máfia digital e que estavam ignorando um fato repugnante, tentando “inverter o jogo” ao acusá-la de xenofobia.

Após a repercussão do caso, a paraibana Juliette freire, vencedora do BBB21, utilizou as redes sociais para se pronunciar.

Inicialmente ela falou sobre os vídeos da agressão sofrida por Pamella: “nenhuma mulher a mais silenciada, a violência não deve e nem pode nos calar. Não existe justificativa.”, escreveu.

Em seguida, falou sobre o comentário de Fontenelle: “Não é força de expressão, é xenofobia.”, disse.

Além de fazer a publicação no Twitter, ela também se pronunciou através de vídeos publicados no Instagram. “Se você quer usar um adjetivo ruim, diga que ele é agressor, criminoso, qualquer outro”.

Juliette afirmou que não é a primeira vez que escuta alguém utilizando o termo paraíba de forma pejorativa: “isso machuca e reproduz um discurso de ódio.”, completou.

A cantora e compositora Elba Ramalho, que também é natural da Paraíba, falou sobre o caso através do Instagram:

“Paraibada não, Paraibanos com muito orgulho. Paraibada não existe e xenofobia é crime”, escreveu a artista.

Reposta

Como resposta para Juliette, Antônia Fontenelle liberou um vídeo através do seu canal no Youtube. A atriz disse que se surpreendeu, uma vez que chegou a apoiar Juliette durante sua participação no BBB.

Ela chamou a advogada e maquiadora de irresponsável, além de afirmar que Juliette está deslumbrada com a fama após o reality show.

A atriz pediu respeito, além de afirmar que Juliette não sabe de sua história.

Assista:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários