Estupro alimentar: Maíra Cardi rebate críticas após polêmica; entenda

Empresária do ramo do emagrecimento, esposa de Arthur Aguiar afirmou que estão tirando suas falas do contexto.

Na última quarta-feira, dia 2 de março, um vídeo onde Maíra Cardi utiliza a expressão “estupro alimentar” viralizou na internet. Várias pessoas acharam um absurdo o fato da profissional falar dessa forma, na manhã desta quinta-feira (3), o nome dela inda aparecia entre os mais comentados do Twitter.

Foto: Reprodução Internet.

No vídeo polêmico, a profissional do ramo do emagrecimento, que atualmente é casada com Arthur Aguiar, que está confinado no BBB, fala sobre pessoas que estão de dieta e não têm suas decisões respeitadas por amigos e familiares, que dão opinião sobre seus hábitos alimentares.

Ela destacou ainda situações como as daquelas pessoas que sofrem bullyng por suas escolhas, pessoas magras ou gordas que são questionadas pelo seu peso.

Após toda a repercussão do assunto, Maíra utilizou seu Instagram para fazer um pronunciamento. Ela afirmou que suas falas foram retiradas do contexto e também falou sobre sua experiência dentro do ramo de emagrecimento.

VEJA TAMBÉM:

—> Mayra Cardi e Arthur Aguiar confirmam que estão juntos de novo

—> Mayra Cardi anuncia término com Arthur Aguiar

—> Mayra Cardi gera polêmica após ficar 7 dias em jejum e compartilhar resultado

“E dentro do que eu trabalho, todo mundo já sabe, tenho várias empresas de emagrecimento, já emagreci os maiores artistas do Brasil e mais de 500 mil pessoas, a gente recebe muitas pessoas que sofrem, não só de transtorno alimento, mas de abuso de parentes“, afirmou.

“Quando as pessoas decidem fazer uma dieta, um programa alimentar, seja pra saúde ou pra estética, elas estão no limites delas […]. Por que a pessoa que te ama quer te fazer comer o que ela quer? Sendo que a amizade, amor de vocês, não vai mudar?”, questionou.

No vídeo resposta, ela reforça que isso é um abuso. “É isso que as mulheres fazem, comem para agradar e depois chegam em casa e choram por ferir o compromisso dela com ela mesma. E aí eu chamo isso de estupro alimentar”, pontuou.

“É uma pessoa que te ama, que tá ali empurrando, através de um prazer, só que para quem? Já que eu falei que não quero participar daquela troca, se eu não quero disfrutar desse prazer?“, apontou.

No fim, ela mostrou alguns dos certificados que tem em uma parede, e respondeu às criticas. “Eu comecei a minha empresa com R$ 800 e eu faço por mês, milhões. Se eu faço milhões, se eu estudo para caramba, se eu cheguei onde eu cheguei, burra eu não sou. Eu sei muito bem o que eu estou fazendo“, completou.

Na legenda da publicação, ela escreveu: “Minhas empresas salvam milhares de vidas, pessoas que pensam em se suicidar, pessoas doentes fisicamente e emocionalmente, nos mandam milhares de e-mails e mensagens agradecendo por sua vida! Enfim peço que qualquer dúvida que tiverem a meu respeito! Venham diretamente aqui, sempre encontrarão respostas!”

Não é a primeira vez que uma fala de Maíra vira polêmica nas redes sociais. Em 2021, por exemplo, ela viralizou ao fazer um jejum de 7 dias. A profissional foi muito criticada por principalmente influenciar outras pessoas.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários