Governo de Pernambuco afirma que ainda é cedo para falar sobre Carnaval

Realização das festas de réveillon também será discutida por líderes de outros estados.

Apesar de alguns lugares do Brasil já estarem na lista para a realização das festas de comemoração para a virada do ano, como o réveillon em Fernando de Noronha, as comemorações podem não acontecer.

Foto: Reprodução Internet.

De acordo com informações divulgadas na última sexta-feira, dia 19 de novembro, o Governo de Pernambuco teria afastado o retorno do Carnaval e o secretário de Saúde, André Longo, disse que ainda é “cedo” para anunciar a festividade.

Para ele, é necessário chegar em fevereiro com melhores condições sanitárias e para isso, mais de 90% da população deverá estar vacinada com as duas doses e, pelo menos, dois milhões de pernambucanos, acima dos 55 anos, com a dose de reforço.

Além disso, outro motivo para preocupação é a volta de medidas restritivas em países da Europa com o aumento de casos. Em Portugal o número de pacientes internados aumentou recentemente, por exemplo.

VEJA TAMBÉM:

–> Prefeito confirma Carnaval em Salvador mas impõe condição

–> Réveillon e Carnaval 2022 devem acontecer em São Paulo

–> Alceu Valença é primeiro nome confirmado no réveillon de Fernando de Noronha

Não faria sentido realizar uma festa no nível do Carnaval no Brasil, enquanto outros países estão voltando ao isolamento social.

No Ceará, o governador Camilo Santana afirmou que ainda não é a favor da realização das grandes festas, uma vez que a população não está completamente vacinada.

Por outro lado, no Rio de Janeiro, os índices apontam que o evento será realizado, mas os turistas terão que apresentar o passaporte vacinal.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, 70% dos adultos deverão ter recebido a terceira dose do imunizante na época do carnaval. Para ele, “não há nenhuma evidência científica que indica que o vírus vai superar a barreira vacinal”.

Informações sobre a realização das grandes festas no final de 2021 e inicio de 2022 no Brasil devem ser divulgadas em breve.

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários