Após nascimento das gêmeas, Bruna Surfistinha fala sobre maternidade

Através das redes sociais, ela compartilhou a primeira foto ao lado de Elis e Maria para falar sobre sua experiência.

Foto: Reprodução Internet.

No último sábado, dia 25 de setembro, Raquel Pacheco, que ficou conhecida como Bruna Surfistinha, falou sobre o nascimento de suas filhas gêmeas.

A empresária, que estava afastada das redes sociais, compartilhou a primeira foto ao lado de Maria e Elis, frutos do seu relacionamento com o ator Xico Santos.

Raquel revelou que após o parto, que aconteceu há pouco mais de 20 dias, tem se dedicado exclusivamente à maternidade e que está muito feliz com este novo momento na vida.

Ela disse que as meninas nasceram no dia 3 de setembro e que ela renasceu. O pai das crianças já havia compartilhado a novidade com o público através das redes sociais.

VEJA TAMBÉM:

—>  Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, anuncia que está grávida de gêmeas

—>  Bárbara Evans revela que coração de um dos gêmeos parou de bater

—>  Andressa Urach está grávida do segundo filho

Além disso, ela explicou que um dos motivos para o tempo sem postar no Instagram foi o fato de ter ficado no hospital por duas semanas.

Elis precisou ficar 6 dias na UTI neonatal, depois ficou no quarto até atingir 2 quilos e receber alta. Raquel definiu a experiência como: “dias bem difíceis e exaustivos”, mas revelou que deu tudo certo e há poucos dias chegou em casa.

Ela também falou sobre o parto, ainda está se recuperando e disse que o puerpério é mais intenso do que imaginou.

Um dos seus desejos era ter o parto humanizado, mas precisou ser induzido com cesárea, pois foi emergencial, uma das gêmeas estava correndo risco.

Para finalizar, ela agradeceu pelo cuidado da equipe médica com ela e com suas duas filhas, além do carinho dos fãs.

Ela também se desculpou com as pessoas que compraram e ainda não receberam sua autobiografia, pois teve que dar uma pausa nas dedicatórias, mas já está retomando, além de afirmar que hoje entende perfeitamente o significado da frase: “Ser mãe é padecer no paraíso”!”.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários