Elize Matsunaga dá detalhes de seu crime em novo documentário da Netflix

“Era Uma Vez Um Crime” chegou à Netflix nesta quinta-feira, 8, e já está entre as produções mais vistas.

Elize Matsunaga
Foto: Reprodução Internet

Estreou nesta quinta-feira (08) na Netflix a série documental “Elize Matsunaga: Era Uma Vez Um Crime”.

O documentário foca no assassinato do empresário Marcos Kitano Matsunaga, em 2012, cometido pela mulher dele, Elize Matsunaga, que chocou o mundo todo.

Dirigida por Eliza Capai, a minissérie documental em quatro episódios conta com uma entrevista inédita de Elize que diz, pela primeira vez, como era sua relação com o ex-marido Marcos e como foi arquitetado a assassinato do empresário.

“Dei um tiro e depois tive a infeliz ideia de cortá-lo”, diz Elize em um dos momentos da entrevista.

Durante todo o tempo, ela sugere que o crime foi passional e que vivia um relacionamento abusivo com Marcos.

VEJA TAMBÉM:

–> Netflix lança documentário sobre Elize Matsunaga

–> Inclusão e diversidade: O que esperar do reboot de ‘Gossip Girl’

–> Paulo Gustavo se preparava para interpretar seu primeiro papel dramático

Segundo o site Omelete, conseguir a entrevista com Elize Matsunaga não foi fácil. Em 2018, a família de Marcos chegou a pedir na Justiça que ela fosse impedida de falar, alegando preocupação com a exposição da filha de ambos.

Em maio de 2019, no entanto, a entrevista foi autorizada judicialmente.

A diretora Eliza Capai foi quem conduziu as entrevistas e elas foram realizadas em 2019, ao longo de duas saídas temporárias da detenta.

ENTREVISTA

Em seu depoimento, Elize disse que só aceitou falar para poder contar seu lado da história à filha, que não vê há oito anos.

No começo de sua entrevista, Elize conta que o início da relação com Marcos foi feliz. Ela disse que tudo ia bem até que foi traída pela primeira vez.

A detenta contou que pensou em pedir o divórcio, mas logo em seguida descobriu que estava grávida do ex-marido.

Ao longo da entrevista, Elize disse que os demais anos do relacionamento foram repletos de traições, ciúmes, dos dois lados e brigas.

Até que aconteceu uma agressão, da parte de Marcos, o que teria motivado Elize a cometer o crime.

O que mais chocou o Brasil foi a maneira como Elize escondeu o corpo. Após atirar no ex-marido, ela esquartejou seu corpo e guardou os pedaços em algumas malas.

No novo documentário da Netflix, ela fala um pouco sobre o que a motivou a fazer isso. Elize e Marcos adoravam caçar, por isso haviam diversas armas na casa dos dois.

Após abater animais na mata, ambos os escalpelavam e desmembravam, para depois consumi-los – habilidade que teria facilitado a decisão dela de esquartejar o marido.

Durante sua entrevista, Elize também fala sobre os abusos sexuais que sofreu na infância, o que fez com ela fugisse de casa com apenas 15 anos.

A nova série da Netflix sobre o caso de Elize Matsunaga já está disponível na plataforma.

Confira o trailer de “Elize Matsunaga: Era Uma Vez Um Crime”:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários