Cantor sertanejo que fez dupla com Cristiano Araújo é encontrado morto

Luizmar de Oliveira Damasceno estava desaparecido há quatro dias.

Foto: Reprodução Internet.

Na última terça-feira (15), o corpo do cantor Luizmar de Oliveira Damasceno, que estava desaparecido há quatro dias, em Goiânia, foi encontrado.

O corpo do sertanejo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar os exames periciais, para apontar a causa da morte.

O artista fez dupla com o sertanejo Cristiano Araújo, que morreu há seis anos no auge de sua carreira em um acidente de carro.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, Luizmar foi encontrado em uma área de mata, a cerca de 6 km de onde a moto dele havia sido encontrada na última segunda-feira (14).

VEJA TAMBÉM:

–> Ator Clarence Williams III, de ‘Todo mundo odeia o Chris’, morre aos 81 anos

–>  Kentaro Miura, autor do mangá ‘Berserk’, morre aos 54 anos

–> Carol Celico fala sobre motivo do término do relacionamento com Kaká

O delegado responsável pelas investigações informou que as circunstâncias da morte ainda estão sendo investigadas.

Segundo a família do cantor, ele chegou a ficar depressivo durante a pandemia e também com a separação, seu casamento acabou recentemente. Luizmar pode ter sofrido um surto e resolveu se isolar.

Antes do desaparecimento, câmeras filmaram o artista comprando uma corda. Seus familiares informaram que ele não costumava passar pelo caminho onde foi encontrado.

Nas primeiras análises feitas no local, não foram encontradas marcas de sangue nem indícios de acidente com a moto.

Luizmar de Oliveira Damasceno fez dupla com Cristiano Araújo em 2008. Na época, eles chegaram a gravar um CD, mas não fizeram sucesso. Cristiano, que alcançou a fama em carreira solo, morreu em um acidente de carro em 2015.

Ele voltava de um show, com a namorada Allana Coelho de 19 anos, que também não resistiu.

Músicas como “Mente Pra Mim”, “Maus Bocados”, “Caso Indefinido” e “Cê Que Sabe”, ficaram eternizadas em sua voz e até hoje são lembradas.

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários