Após adiamentos devido à pandemia, festival Coachella ganha novas datas

Venda antecipada de ingressos terá início na próxima sexta-feira (4).

Coachella
Foto: Reprodução Internet.

Na última terça-feira (1), através das redes sociais a organização do festival Coachella anunciou novas datas para o evento.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o festival que já tem 20 anos de existência e é considerado um dos maiores do mundo, foi cancelado pela primeira vez.

No total, a data do evento foi modificada três vezes: inicialmente planejado para os dias 9 a 11 e 16 a 18 de abril de 2020, o festival foi remarcado para março do ano passado, depois para outubro, e foi cancelado definitivamente no meio do ano.

Realizado ao longo de duas semanas, o Coachella leva cerca de meio milhão de pessoas a um local a céu aberto de Indio, no leste de Los Angeles, na Califórnia.

VEJA TAMBÉM:

–> Devido à pandemia, Festival Coachella é adiado pela 3ª vez

–> Lollapalooza dos EUA anuncia line-up do festival

–> Lollapalooza Brasil é adiado para 2022

As novas datas para a realização em 2022 são os finais de semana de 15 a 17 e 22 a 24 de abril.

Mesmo com a divulgação das novas datas, as atrações para o evento ainda não foram reveladas. Os ingressos antecipados já começam a ser vendidos nesta sexta-feira (4).

A lista de atrações que foi anunciada para 2020 trazia nomes como: Frank Ocean, Rage Against the Machine e Travis Scott, além das brasileiras Anitta e Pabllo Vittar.

O Stagecoach, um festival de música country que sempre é realizado após o Coachella, também precisou ser cancelado e suas novas datas foram divulgadas. A nova realização está prevista para acontecer entre 29 de abril e 1º de maio.

Coronavírus

Vários eventos ao redor do mundo foram cancelados para evitar aglomeração e a propagação do vírus, mas em alguns lugares essa realidade já mudou.

Com a vacinação de grande parte da população, já é possível a realização de eventos sem o uso de máscaras e distanciamento social, como nos Estados Unidos.

Após mais de um ano desde o início da pandemia, mesmo com vacinas disponíveis contra a doença no Brasil, os números continuam altos.

Hoje já são contabilizadas 465 mil mortes em decorrência da Covid-19 no país. Shows e eventos ainda não têm previsão para serem realizados.

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários