Morre o cantor e compositor Dominguinhos do Estácio

Ele estava internado desde o dia 11 de maio após uma hemorragia cerebral.

Foto: Reprodução Internet.

Na madrugada desta segunda-feira (31), através do perfil oficial do sambista Dominguinhos do Estácio no Instagram, foi publicada uma nota de pesar.

A publicação informa que, após ficar internado desde o dia 11 de maio para se recuperar de uma hemorragia cerebral, o artista faleceu.

Ele sofreu complicações no quadro de saúde e veio a óbito na noite do último domingo, dia 30 de maio.

Em menos de uma semana o Rio de Janeiro perde dois nomes importantes da cultura. No dia 26 de maio o sambista Nelson Sargento faleceu em decorrência da Covid-19.

VEJA TAMBÉM:

–> Aos 96 anos, morre o sambista Nelson Sargento

–> Morre a atriz Nicette Bruno, mais uma vítima do novo coronavírus

–> Atriz Barbara Bruno recebe alta após ser internada e intubada por Covid-19

De acordo com informações divulgadas pelo G1, o intérprete de samba-enredo estava com 79 anos.

Após a hemorragia no último dia 20, ele precisou ser intubado. Dominguinhos deixa 5 filhos.

Em 2020, ele sofreu um infarto depois do desfile da Viradouro e foi do Sambódromo direto para o hospital. Além da agremiação de Niterói, ele também teve passagem pela Grande Rio.

Na manhã desta segunda-feira (31), o nome de Dominguinhos do Estácio aparecia nos Trending Topics do Twitter.

Várias personalidades, como profissionais da música e do jornalismo, fãs, amigos e colegas de profissão deixaram suas mensagens em homenagem ao sambista.

A escola de samba Império Serrano também deixou sua homenagem e relembrou a morte de Nelson Sargento: “O mundo do samba chora com mais uma perda grandiosa”, diz a publicação.

Mocidade Independente definiu Dominguinhos como “um dos maiores do nosso carnaval”.

“Eu sempre digo que fantasia, alegoria, enredo são coisas legais, mas que eu vou pra Sapucaí mesmo é pra ouvir samba-enredo e bateria. E, dentre os mil maravilhosos cantores que já fui lá ouvir, este era o meu favorito, de toda a vida. Obrigado, Dominguinhos!”, foram as palavras do jornalista Bernardo Araujo.

Confira publicações sobre o assunto:

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários