Google homenageia a atriz brasileira Ruth de Souza

Através das redes sociais, internautas também relembraram a carreira da artista que estaria completando 100 anos nesta quarta-feira (12).

Foto: Reprodução Instagram.

Nesta quarta-feira, dia 12 de maio, a atriz brasileira Ruth Pinto de Souza estaria completando 100 anos.

Para homenagear e relembrar sua trajetória, o logotipo nas páginas iniciais do Google foi alterado e recebeu uma ilustração da artista.

Natural do Rio de Janeiro, Ruth foi considerada a primeira dama negra do teatro, do cinema e da televisão do Brasil.

Além disso, ela também foi a primeira artista nascida no país a ser indicada ao prêmio de melhor atriz num festival internacional de cinema, por seu trabalho em Sinhá Moça, no Festival de Veneza em 1954.

VEJA TAMBÉM:

—> Fãs relembram aniversário de 40 anos da morte de Bob Marley

—> Mazzaropi recebe homenagem do Google no aniversário de 109 anos

—> Itaú Cultural presta homenagem a Chico Science

Através das redes sociais oficiais do Google Brasil, foram feitas publicações explicando a homanagem de hoje:

“O #GoogleDoodle de hoje celebra a atriz Ruth de Souza, uma das primeiras atrizes negras da história do teatro brasileiro. Além dos palcos, Ruth também fez muito sucesso na televisão e no cinema, abrindo caminho para muitos outros artistas negros no Brasil e no mundo.”

Ruth de Souza também foi homenageada nas redes sociais. Nesta quarta-feira (12), o nome da atriz ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter e os internautas deixaram registros de sua admiração pelo trabalho da artista.

No teatro foram mais que 15 papéis, no cinema 37 e na televisão a atriz atuou em mais de 40 títulos. Ela fez parte de novelas de muito sucesso, como: “O Clone”, “Senhora do Destino”, “Sinhá Moça”, “Duas Caras” e “O Rebu”, além de outras produções como “Mister Brau”.

Em 1948, Ruth de Souza, que morava no subúrbio do Rio de Janeiro, ganhou uma bolsa de estudos e passou um ano nos Estados Unidos, estudando na Universidade Howard e na Academia Nacional do Teatro, foi neste mesmo ano que ela estreou no cinema.

Com mais de 70 anos dedicados à dramaturgia, a atriz morreu em 2019, aos 98 anos, após ficar alguns dias internada para tratar de uma pneumonia

Confira algumas publicações sobre o assunto:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários