Fabio de Melo manda recado emocionante para mãe de Paulo Gustavo

Padre, que também perdeu a mãe, Dona Ana Maria, para o Covid-19, falou sobre a dor do luto.

Paulo Gustavo e mãe
Foto: Reprodução Internet

Padre Fabio de Melo usou seu Instagram nesta quarta-feira (05) para mandar um recado lindo e emocionante para Dona Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo.

Paulo Gustavo faleceu na noite de terça-feira (04) após passar mais de 50 dias internado por complicações da Covid-19.

Assim como Dona Déa, que acaba de perder seu filho amado, o Padre Fabio de Melo também perdeu a pessoa mais importante da sua vida para o Covid-19, sua mãe.

Em março deste ano, morreu Dona Ana Maria, aos 83 anos, vítima da doença. Assim como Dona Déa e Paulo Gustavo, Fabio de Melo e Dona Ana eram inseparáveis.

No Instagram, Fabio usou toda sua sensibilidade e o dom da palavras para escrever uma mensagem linda para Dona Déa.

“Eles eram dois? Nem sei. O que sei é que, se escavassem um, encontrariam o outro. Mãe e filho num entrelaço simbiótico, soma de dois que unificou, fazendo caber tudo numa identidade só. A mãe, uma peça, o filho, a outra. Encaixe que se ramificou no imaginário coletivo, gerando um manancial de graça, tudo porque uma parte se transformou na parte que o inspirou.”

VEJA TAMBÉM:

—> Paulo Gustavo morre aos 42 anos após complicações da Covid-19

—> Paulo Gustavo doou R$ 500 mil para compra de oxigênio em Manaus

—> Tata Werneck se revolta com imagens vazadas da família de Paulo no hospital

Em seguida, o padre falou sobre a dor de perder alguém: “Agora, ao saber que a unificação das partes se desfez, chorando inconsolavelmente a parte que partiu, ocorre-nos o sofrimento da parte que ficou. Oh, dona Deia, como é afiada a espada que agora a corta. Como é sem chão o mundo que lhe resta, como é sem nexo a vida que a espera.”

E finalizou falando sobre partidas: “A sua parte está partida, porque a parte que partiu é sua parte inteira. Sim, o destino de toda mãe é viver repartida, já que suas partes sempre partem. Às vezes para um até logo, às vezes para o nunca mais. Mas, para nós, que cremos, dona Deia, o nunca mais é logo ali…”

Paulo Gustavo ficou conhecido no mundo todo com a personagem Dona Hermínia, protagonista dos filmes e peças “Minha Mãe é Uma Peça”.

A personagem mais famosa de Paulo Gustavo é inspirada na mãe do ator. A mãezona de Niterói tem uma performance exagerada e divertida – tal como Dona Déa, mãe do comediante.

No terceiro filme da saga, Dona Hermínia recebeu de uma só vez duas notícias bombásticas: o filho Juliano (Rodrigo Pandolfo) vai casar e a filha Marcelina (Mariana Xavier) está grávida do namorado, cuja existência a mãe desconhecia. Sempre espaçosa, ela tenta lidar com as novidades sem se intrometer na vida dos filhos. E, claro, não consegue.

No fim do filme, Paulo faz uma homenagem para sua mãe, mostrando que ela tem tudo a ver com a personagem e que ele a ama demais.

Déa Lúcia é mãe de Juliana Amaral, irmã de Paulo Gustavo, que também é homenageada nos filmes “Minha Mãe é uma Peça” na personagem de Mariana Xavier.

Além da mãe e da irmã, Paulo Gustavo deixa o pai, Júlio Márcio, o marido, Thales Bretas, os filhos Gael e Romeu, de 1 ano e 9 meses e milhões de amigos e fãs que sentirão sua falta todos os dias.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários