Ana Paula Valadão e emissora são acionadas na Justiça por fala homofóbica

Ministério Público Federal pede condenação da pastora em R$ 200 mil após discursos de ódio contra homossexuais e pessoas com HIV.

Ana Paula Valadão
Foto: Reprodução Internet.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, o Ministério Público Federal (MPF) acionou uma ação contra a pastora e cantora gospel Ana Paula Valadão.

Ela teria feito declarações homofóbicas, além do discurso de ódio contra homossexuais e pessoas com HIV.

O MPF pede uma indenização por danos morais coletivos, e investiga Ana Paula Valadão após dizer que gays são culpados pela Aids.

Foi a Aliança LGBTI+ que acionou a Justiça. Durante um congresso transmitido na internet e em um canal de televisão em 2016, a pastora falou que relações homoafetivas não são normais e associou a aids a casais de homens.

VIU ISSO?

—> Artistas lamentam eliminação de Gilberto através das redes sociais

—> Faustão pode ser o novo contratado da Band

—> Marcos Mion é o novo contratado da Netflix

Em um dos trechos destacados na ação, a pastora reforça a relação entre a doença e os casais homoafetivos.

Na ação, o Ministério Público pede que a Ana Paula pague R$ 200 mil e a emissora efetue o pagamento de R$ 2 milhões, além de “arcar com os custos econômicos da produção e divulgação de contranarrativas ao discurso do ódio praticado, em vídeo e sítio eletrônico, com a efetiva participação de entidades representativas de pessoas LGBTQIA+ bem como de pessoas que convivem com o HIV”.

Segundo o MPF, durante a defesa, Ana Paula Valadão e a emissora alegaram que estavam amparados pela liberdade religiosa e que a fala teria sido mal interpretada. Porém, o MPF afirma que a fala foi “preconceituosa e que não encontrou guarida na liberdade religiosa, pois extrapolou os limites constitucionais e ofendeu direitos de grupo de pessoas vulneráveis”

A cantora ainda não se manifestou sobre o caso. No Instagram sua última publicação é sobre “Processos e mudanças”, onde fala sobre estar saindo da casa onde mora para um apartamento.

Através das redes sociais, os internautas debateram sobre o assunto e até criaram enquete:

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários