Na véspera da Cúpula do Clima, Salles e Anitta discutem em rede social

Cantora pediu a demissão do ministro do Meio Ambiente, que respondeu de forma inadequada; entenda.

Ricardo Salles e Anitta
Foto: Reprodução Internet.

Nesta quinta-feira (22), acontece a Cúpula do Clima, evento organizado pelo governo dos EUA que servirá de teste ao comprometimento de Bolsonaro com o enfrentamento das mudanças climáticas e aos projetos de Joe Biden.

De acordo com informações divulgadas pela CNN, foram convidados os integrantes do Fórum de Energia e Clima de Grandes Economias, que reúne os 17 países que respondem por 80% das emissões globais de carbonos.

Na manhã desta quarta (21), um dia antes da Cúpula do Clima, a hashtag #ForaSalles apareceu entre os assuntos mais comentados do Twitter. Celebridades, políticos, e autoridades fizeram publicações pedindo a demissão de Salles. A ação foi divulgada pelo Coletivo de Cidadãos e Cidadãs em Defesa da Floresta.

Através do Twitter o atual ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles discutiu com a cantora Anitta. Assim como outros artistas, a funkeira fez uma publicação pedindo a saída de Salles da pasta, afirmando que o ministro é um “desserviço para o meio ambiente”.

VIU ISSO?

–> Grammy Latino terá edição especial para homenagear as mulheres da música

–> Performance de Anitta no Latin AMAs viraliza no mundo todo; confira!

–> Marcelo Adnet critica influenciadoras por aglomerações na pandemia

“Fica na sua ai, ô Teletubbie ! #FicaSalles”, foi a resposta do ministro para a postagem de Anitta.

“Que resposta madura. Quantos anos você tem? 12? Então é melhor sair do ministério anyway”, replicou Anitta.

“Se você conseguir demonstrar, sem ajuda de outra pessoa, que sabe quais são as capitais do Brasil ou pelo menos os nomes dos seis biomas brasileiros a gente começa conversar…”, retrucou Salles.

Após a discussão, Anitta criticou o posicionamento do ministro e de seus apoiadores:

Sobre a Cúpula do Clima:

Durante a disputa eleitoral, Biden se comprometeu a reunir alguns dos principais líderes mundias nos seus 100 primeiros dias no cargo de presidente, para discutir ações de enfrentamento à crise global das mudanças climáticas.

O governo brasileiro se antecipou ao evento e prometeu, em carta a Biden, zerar até 2030 o desmatamento ilegal na Amazônia.

No Twitter, o assunto ficou entre os mais comentados. Confira algumas publicações:

Com informações de CNN.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários