Chris Brown é suspeito de drogar e estuprar mulher; diz site

Cantor tem uma vasta lista de acusações, incluindo quando esteve preso por agredir a cantora Rihanna, sua então namorada.

O nome do cantor Chris Brown está envolvido em uma polêmica de novo. Mais uma vez o rapper é acusado de agredir uma mulher.

Foto: Reprodução Internet.

De acordo com informações divulgadas pela revista Rolling Stone, o cantor está sendo processado por suspeita de drogar e estuprar uma mulher em um iate ancorado em Miami.

Inclusive, a suposta vítima já entrou com uma ação e está pedindo US$ 20 milhões. Jane Doe é coreógrafa, música e dançarina. Ela afirmou que, junto com uma amiga, foi convidada por um conhecido para uma festa no iate do rapper P Diddy, no dia 30 de dezembro.

Durante a ligação, Brown pegou o telefone e disse a ela que ouviu sua música e queria que ela fosse à propriedade de Diddy o mais rápido possível.

VEJA TAMBÉM:

—> Mulheres relatam que foram torturadas por Marilyn Manson em cela secreta

—> Chris Brown é investigado após nova denúncia por agressão

—> Através de documentário, Evan Rachel Wood detalha abusos de Marilyn Manson

Ela relata que eles conversaram sobre a indústria musical e Brown encheu seu copo com uma mistura de bebidas por duas vezes. No seu segundo copo, ela começou a se sentir “sonolenta, desorientada e fisicamente instável”.

No processo, ela afirma que foi levada a um quarto e o músico teria fechado a porta e a impedido de sair. Segundo a denúncia, ele a despiu e estuprou sem proteção e exigiu que ela tomasse uma pílula de emergência.

O cantor negou a denúncia em seu Instagram. Ele disse: “Espero que vocês vejam esse padrão. Toda vez que estou lançando música ou projetos, ‘eles’ tentam achar alguma mentira”. O cantor está lançando singles de seu novo álbum, “Breeze”, previsto para ser lançado ainda este ano.

Agressões

O artista chegou a ser preso após denúncias de sua ex-namorada, a cantora Rihanna, em 2009.

Na época, fotos da cantora com o rosto cheio de hematomas viralizaram nas redes sociais e circularam na mídia.

O cantor foi condenado a 180 dias de trabalho comunitário e a cinco anos de liberdade condicional.

Em 2014, ele violou a condicional e foi condenado a ficar 131 dias na cadeia. Em 2017, outra ex-namorada do rapper entrou com pedido de ordem restritiva contra ele.

A modelo Karrueche Tran disse que além de ser agredida pelo artista, também sofreu ameaça de morte.

Em 2018, mesmo ano que foi visto enforcando uma mulher em uma festa em Miami (EUA), Chris Brown foi processado por facilitar um abuso sexual em sua casa.

Já em 2019, ele foi preso mais uma vez, dessa vez em Paris. Uma jovem de 24 anos acusou o cantor por estupro.

Em 2021 ele também foi investigado, após uma mulher o acusar de dar um tapa em sua nuca. Em todos os casos o artista alegou inocência.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários