Confira as novelas da Globo que vão ao ar em 2022

Próximo ano terá novelas inéditas em todos os horários.

Após um período complicado, em que a pandemia do coronavírus obrigou a Globo a cancelar e adiar gravações de novelas e a reprisar antigas tramas nos horários nobres, parece que finalmente 2022 será diferente e a programação da emissora voltará a exibir produções inéditas.

novelas globo 2022

No fim de 2021, as produções que foram gravadas antes e durante a pandemia, já começaram a ser exibidas na emissora, e, atualmente, as novelas das 6h, 7h e 9h são inéditas: São elas: “Nos Tempos do Imperador”, “Quando Mais Vida, Melhor!”, e “Um Lugar ao Sol”, respectivamente.

As três tramas chegam ao fim em 2022 e dão espaço para outras novelas inéditas que irão ocupar os horários da noite da Globo.

Atualmente, três novelas estão sendo reprisadas na emissora: “O Cravo é a Rosa”, que ocupa o novo horário de reprises da emissora, “O Clone”, que está sendo reprisada no “Vale a Pena Ver de Novo”, e “Malhação: Sonhos”, que encerra as “Malhações” da Globo.

VEJA TAMBÉM:

–> Caio Castro volta para a Globo e estará na nova novela das 9

–> Caio Castro é apontado como possível apresentador de ‘A Fazenda’

–> Novela mexicana ‘Maria do Bairro’ chega ao Globoplay

A emissora ainda não revelou quais novelas irão substituir essas três, mas já se sabe quais tramas inéditas irão estrear na Globo.

No início do próximo ano, a emissora encerrará “Nos Tempos do Imperador” na faixa das seis. “Quanto Mais Vida, Melhor!” ficará no ar até maio. As duas novelas já estão totalmente gravadas.

A atual novela das 9h, “Um Lugar ao Sol”, outra trama que teve sua produção finalizada, chegará ao fim em março.

No lugar de “Nos Tempos do Imperador” será exibido “Além da Ilusão”, de Alessandra Poggui e depois “Mar do Sertão”, de Mário Teixeira

No horário das sete, estreua “Cara e Coragem” de Claudia Souto, seguida por “Tente Outra Vez”, de Rosane Svartman

Já no lugar de “Um Lugar ao Sol”, a Globo exibe o remake de “Pantanal”, de Bruno Luperi e depois terá “Olho por Olho”, de João Emanuel Carneiro.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários