Atores com nanismo criticam Leandro Hassum por filme na Netflix

Ator, acusado de cometer capacitismo e crip face, se defendeu e pediu desculpas; entenda.

O novo filme da Netflix, estrelado por Leandro Hassum e Juliana Paes, está sendo criticado nas redes sociais por atores e anônimos. Isso porque, no filme, o ator interpreta um homem muito baixo.

amor sem medida
Foto: Reprodução Netflix

Assim que foi lançado, o filme se tornou alvo de críticas sob a acusação de estimular e promover capacitismo, que é discriminação contra pessoas deficientes, e o chamado “crip face”, que é quando um ator sem deficiência faz o papel de alguém deficiente.

No filme, para que Leandro Hassum ficasse com a estatura baixa, foi utilizada computação gráfica e isso tem incomodado pessoas com nanismo, incluindo os atores Giovanni Venturini e Juliana Caldas, que usaram as redes sociais para criticar a produção.

Segundo Venturini, “Amor Sem Medida” desrespeita as pessoas com nanismo, além de reforçar um cinema com pouca diversidade.

“Eu tive vontade de chorar assistindo a esse filme. [Mas] não porque ele é emocionante e tocante. Pelo contrário, chorar de desgosto mesmo.”, disse a atriz.

Juliana Caldas também criticou o longa em suas redes sociais: “Uma das abordagens é comparar o órgão sexual masculino do cara com o tamanho dele. É um absurdo”, disse.

VEJA TAMBÉM:

–> Nova versão de ‘Rebelde’ terá releitura dos sucessos de RBD

–> Primeira foto da nova versão da novela ‘Rebelde’ é divulgada

–> Netflix confirma nova versão da novela ‘Rebelde’

Após a repercussão negativa do filme, Leandro Hassum emitiu uma nota e se desculpou: “Sinto muito, de verdade, pois jamais quero através dos meus filmes e [da minha] arte causar dor. Pelo contrário, meu propósito sempre será divertir e entreter, pois acredito no humor agregador para toda família. O filme conta uma história de amor, de pertencimento e de inclusão, valorizando as capacidades de seus personagens e repudiando qualquer preconceito, de qualquer espécie”.

“Vivemos num mundo ainda distante do ideal, mas que vem caminhando no sentido de não dar espaço a nenhum tipo de preconceito, segregação ou exclusão”, continua. “Esta foi a intenção, por meio da leveza e do humor, abordar a importância de vivermos num mundo com mais amor e respeito, onde ser aceito e amado independe de características físicas.”

O ator disse também que está “com o coração doído por não ter transmitido isso a Juliana Caldas” e que quer acolher a visão dela com carinho e respeito.

A Netflix também emitiu um comunicado oficial e afirmou reconhecer que ainda tem “um longo caminho a percorrer”. “Reiteramos nosso compromisso em fazer com que mais pessoas se identifiquem com nossas histórias e se sintam representadas.”

Confira o trailer de “Amor Sem Medida”:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários