Quem foi Stephen Sondheim? Mestre de musicais da Broadway faleceu aos 91 anos

Artista foi um dos nomes mais importantes dos musicais e criou espetáculos como “Sweeney Todd”, “Gypsy” e “Into the Woods”.

Na última sexta-feira, dia 26 de novembro, o compositor e letrista estadunidense Stephen Joshua Sondheim morreu aos 91 anos. De acordo com o comunicado, a morte teria acontecido de forma “repentina”, o motivo não foi divulgado.

Foto: Reprodução Internet.

Natural de Nova Iorque, Stephen foi descrito por Frank Rich no The New York Times como “o maior e talvez o mais conhecido artista do teatro musical americano.

Ele criou espetáculos como “Sweeney Todd”, “Gypsy” e “Into the Woods”, além de “Sunday in the Park with George”, entre outros grandes musicais da Broadway.

Stephen participou de diversas trilhas de Hollywood, e ganhou o Oscar de canção original em 1991 por “Sooner or Later (I Always Get My Man)”, cantada por Madonna no filme “Dick Tracy”

VEJA TAMBÉM:

—> Chocados, famosos lamentam morte de Marília Mendonça nas redes

—> URGENTE: Marília Mendonça morre em acidente aéreo

—> Teatros da Broadway reabrem com exigências; entenda

Sobre a importância do artista para sua áerea, Robert Viagas, que é especialista, afirmou: Com “West Side Story” também pela primeira vez uma comédia musical abordou temas mais obscuros. “Se não fosse por ‘West Side Story’, não teria havido tantos musicais sérios, escritos para adultos, como ‘Chicago”.

Em comemoração do seu aniversário de oitenta anos, o Teatro do ex-Henry Miller foi rebatizado de Stephen Sondheim Theatre em 15 de setembro de 2010, e a BBC Proms encenou um concerto em sua homenagem. Cameron Mackintosh descreveu Sondheim como “possivelmente o maior letrista sempre.

Stephen também participou de diversas trilhas de Hollywood, e ganhou o Oscar de canção original em 1991 por “Sooner or Later (I Always Get My Man)”, cantada por Madonna no filme “Dick Tracy”.

Reconhecido por seu trabalho, Stephen Sondheim recebeu prêmios como Grammy Award, Prêmio Pulitzer de Teatro e o Academy Award por Melhor Canção.

Na sua vida pessoal, ficou conhecido por ser uma pessoa sozinha. De acordo com os registros disponíveis, ele viveu com seu companheiro, Peter Jones, um dramaturgo, durante vários anos até 1999, ele faleceu em 2000.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários