Wagner Moura explica atraso na estreia de ‘Marighella’ e critica Bolsonaro

Produção será lançada em novembro e o diretor fala em censura; entenda.

Foto: Reprodução Internet.

Na manhã deste sábado, dia 23 de outubro, o nome de Wagner Moura ainda aparecia entre os mais comentados do Twitter.

Na última sexta-feira (22), o ator participou do programa “Conversa com Bial” e explicou o atraso para o lançamento do filme que dirigiu.

Ele acredita que “Marighella”, que traz o cantor e ator Seu Jorge como protagonista, foi censurado.

O filme, que narra a trajetória de Carlos Marighella, um político guerrilheiro que lutou contra a ditadura militar nas décadas de 1960 e 1970, será lançado após três anos de sua produção.

VEJA TAMBÉM:

—> ‘Marighella’: Filme dirigido por Wagner Moura ganha data de estreia

—> Confira o trailer de ‘Marighella’, filme dirigido por Wagner Moura

—> Mostra Internacional de Cinema acontece em 15 salas de São Paulo

O longa, que foi exibido no Festival de Berlim de 2019 e foi aplaudido, chega aos cinemas no dia 4 de novembro e traz nomes como Bruno Gagliasso, Adriana Esteves e Humberto Carrão no elenco.

A produtora O2 Filmes adiou o lançamento devido os trâmites com a Ancine: “O filme estrearia no início de 2019, ali no começo do governo Bolsonaro. Quando a gente quis estrear no início do ano, dois pedidos da produtora do filme foram inesperadamente recusados.”

“Esse pedido havia sido feito em várias outras ocasiões. Quando os pedidos foram negados os filhos de Bolsonaro comemoraram na internet […] Bolsonaro parou a vida dele de presidente pra gravar um vídeo falando mal do filme, de mim”, disse.

O ator falou sobre a tristeza de um filme feito em 2017 até hoje não ter estreado, mas ressalta que hoje em dia, já está muito mais claro para os brasileiros a tragédia que é o governo Bolsonaro do que em 2019.

“Talvez, hoje, haja uma maior compreensão de que isso é um produto cultural brasileiro, que o fato de ser proibido, censurado, atacado pelo governo é um absurdo”, afirmou.

Confira a entrevista:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários