Suspeito de matar pai de Rico Melquiades é preso em Pernambuco

Relatos do peão dentro de “A Fazenda 13” auxiliaram o trabalho da polícia; saiba mais.

rico
Foto: Reprodução Internet

Nesta terça-feira (26), a Polícia Civil de Alagoas prendeu, em Pernambuco, o jovem suspeito de assassinar o pai de Rico Melquiades, influencer que, atualmente, está participando de A Fazenda 13.

O crime aconteceu em 2017 e, segundo o delegado Fábio Costa, que comandou as investigações, os relatos de Melquiades dentro do confinamento da RecordTV auxiliaram o trabalho da polícia.

Segundo o site Hugo Gloss, o suspeito, identificado como Lucas Eduardo dos Santos Silva, tem 19 anos, e na época do crime tinha apenas 15 anos.

Ele é acusado de matar o policial militar reformado Manuel Araújo Santiago, de 54 anos, pai do influencer Rico Melquiades, confinado no reality “A Fazenda 13”

Segundo o delegado Fábio Costa, relatos que Rico deu dentro do reality auxiliaram a polícia a descobrir o paradeiro do suspeito a partir de denúncias anônimas.

VEJA TAMBÉM:

—> ‘A Fazenda’: Rico gera briga que acaba em guerra de comida; entenda

—> Rico revela que produção do ‘De Férias’ o proibiu de desistir do reality

—> Rico vence a Prova do Fazendeiro; saiba detalhes

“O crime foi investigado em 2017 por outra equipe que não conseguiu encontrar o paradeiro dele, e depois que o Rico comentou sobre o caso lá no programa, começamos a receber várias denúncias de onde ele poderia estar. Ficamos no encalço das informações e conseguimos efetuar a prisão dele enquanto estava em casa com a companheira”, informou o delegado Fábio Costa.

Fábio ainda revelou o que teria motivado o crime. Segundo as investigações da polícia, Manuel Araújo foi morto por ser policial militar e manter um relacionamento com a mãe do suspeito, que tinha envolvimento com o tráfico de drogas na região em que vivia.

Desde que entrou em “A Fazenda 13”, rico já falou diversas vezes sobre o assassinato do pai e sobre a relação conturbada dos dois e as atitudes abusivas de Manuel com a família.

“Mataram meu pai há quatro anos em Maceió. Ele chegava em casa, batia na minha mãe, desligava a energia para gente ficar no escuro quando chegava bêbado, aumentava o som para gente não dormir”, revelou, durante conversa com outros confinados.

A Polícia Civil de Alagoas usou as redes sociais para confirmar a prisão e dar mais detalhes sobre o caso, confira:

“A Polícia Civil de Alagoas cumpriu, na tarde desta terça-feira (26), mandado de busca e apreensão do suspeito de assassinar o policial militar reformado Manuel Araújo Santiago, de 54 anos. O crime aconteceu em julho de 2017, no bairro da Chã da Jaqueira, parte alta de Maceió. A operação contou com as equipes coordenadas pelos delegados Bruno Emílio e Fábio Costa, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A vítima foi morta pelo próprio enteado, no dia 16 de julho de 2017, no bairro da Chã da Jaqueira, na capital alagoana”.

Confira o momento da prisão do suspeito de matar o pai de Rico:

Com informações de Hugo Gloss

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários