Laudo do IML conclui causa da morte do ator Luiz Carlos de Araújo

Artista foi encontrado morto em seu apartamento, após alguns dias sem atender ligações dos amigos.

Foto: Reprodução Internet.

Na última quarta-feira (22), a Polícia Civil de São Paulo divulgou o laudo do Instituto Médico Legal (IML), que aponta a causa da morte do ator Luiz Carlos de Araújo.

De acordo com o documento, a morte foi acidental, ele teria morrido por asfixia e uso de drogas.

Luiz Carlos estava com 42 anos, e ficou conhecido principalmente por fazer parte do elenco da novela infantil “Carinha de Anjo”, do SBT.

Ele foi encontrado morto por amigos e pela Polícia Militar (PM), no dia 11 de setembro, no seu apartamento em São Paulo.

VEJA TAMBÉM:

—>  Luiz Carlos Araújo, ator de ‘Carinha de Anjo’, é encontrado morto

—> Paulo Gustavo morre aos 42 anos após complicações da Covid-19

—> Ex-BBB morre após passar por cirurgia

Após o ator ficar alguns dias sem atender ligações e responder mensagens dos amigos, eles se preocuparam e acionaram a Polícia para abrir a porta do imóvel, onde encontraram Luiz sozinho na cama, com um saco plástico na cabeça.

De acordo com informações da investigação, o ator teria usado o saco plástico para tentar aliviar a ansiedade, a técnica é conhecida como re-respiração, e consiste em colocar um saco de papel na boca e assoprá-lo.

A asfixia foi associada ao uso de antidepressivos, bebida alcoólica e cocaína. O ator perdeu a consciência e a “morte acidental” aconteceu.

Como o corpo de Luiz não tinha sinais de violência, a polícia trabalha com a hipótese de que ele não foi vítima de nenhum crime. O artista teria morrido acidentalmente, quatro ou cinco dias antes de o corpo ser encontrado.

Antes do resultado do exame, suicídio, assassinato e uso de substância tóxica eram as possibilidades apontadas pela investigação.

Amigos e familiares do ator não relataram qualquer sinal de depressão, além de nenhuma câmera gravou a entrada de qualquer pessoa no apartamento do ator.

Apesar da conclusão do laudo do IML, a polícia ainda não concluiu o inquérito do caso. Eles ainda irão analisar o exame do Instituto de Criminalística (IC) sobre o local onde o corpo foi encontrado, além de ouvirem os depoimentos de outras pessoas, como vizinhos de Luiz Carlos.

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários