Famosos criticam discurso de Bolsonaro na ONU

Fala do presidente do Brasil aconteceu na manhã desta terça-feira (21) e está repercutindo no mundo todo; entenda.

bolsonaro onu
Foto: Reprodução Internet

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fez o discurso de abertura dos debates entre chefes de governo na Assembleia Geral das Nações Unidas, nesta terça-feira, em Nova York.

Em sua fala, Bolsonaro defendeu o tratamento sem eficácia comprovada contra a Covid-19 e afirmou que, quando assumiu o governo, o Brasil estava “à beira do socialismo”. Para completar, o presidente disse ainda que não houve casos comprovados de corrupção em seu governo.

Outra fala que chamou a atenção, foi a que os atos do 7 de Setembro reuniram “milhões na maior manifestação da nossa história”. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, essa informação é falsa. O Brasil teve atos maiores no passado, como Diretas Já e pelos impeachments de Collor e Dilma.

As mentiras de Bolsonaro não pararam por aí. Em certo momento de seu discurso, ele disse que o governo concedeu um auxílio emergencial de 800 dólares para 68 milhões de pessoas em 2020. Em valores de hoje isso seria cerca de 4.200 reais.

Aprovado pelo Congresso, o auxílio emergencial em 2020 criou benefício de R$ 600 para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia da covid-19. A quantia foi paga em cinco parcelas.

VEJA TAMBÉM:

—> Site revela artistas que receberam para fazer propaganda do Governo Bolsonaro

—> Banda Titãs se pronuncia contra o governo Bolsonaro

—> Posicionamento de Anitta sobre as 500 mil mortes por coronavírus viraliza

O discurso de Bolsonaro tem repercutido no mundo todo e já é o assunto mais comentado do Twitter no Brasil. Diversos anônimos e famosos estão revoltados com as falas do presidente e estão usando as redes sociais para se expor.

É o caso de Bruno Gagliasso, que sempre se colocou contra Bolsonaro. Após o discurso do presidente, o ator usou seu Twitter para criticar o governante.

“Nem meio dia e a gente já não sabe onde enfiar a cara de tanta vergonha alheia”, começou dizendo. “O cara gasta uma fortuna de recursos públicos pra comer pizza na rua, atacar a imprensa, defender cloroquina e meter um caô de auxílio de 800 dólares diante do mundo. Que vergonha meu Deus”, completou Bruno.

Bruno Gagliasso também fez uma lista de coisas que faltaram no discurso de Jair Bolsonaro na ONU.

Quem também criticou as falas do presidente foi Fátima Bernardes. Durante apresentação ao vivo do seu programa “Encontro”, a apresentadora não deixou de expor o que pensa sobre o discurso.

“Muito difícil ouvir isso, dá vergonha ouvir isso diante de tantos líderes mundiais que estão lutando e, muitas vezes, não têm acesso à vacina porque são países pobres”, começou Fátima Bernardes.

“Você ouvir de um presidente que é contra uma prefeitura exigir uma comprovação de vacinação para a segurança de todos. Não podemos garantir a segurança daquele que não quer se vacinar, a gente tem que garantir a segurança de todos”, completou Fátima, em referência a fala de Bolsonaro em que ele se diz contra o comprovante de vacina para entrar em lugares fechados.

Vale ressaltar que Bolsonaro não tomou a vacina contra o Covid-19, e, entre os líderes mundiais presentes da Assembleia, ele é o único que não tomou o imunizante.

Por causa disso, o prefeito de Nova York, compartilhou em seu Twitter os locais de vacinação e marcou Jair Bolsonaro na publicação. Anitta foi uma das celebridades que retweetou o post do prefeito.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários