Após 30 anos do lançamento do disco ‘Nevermind’, Nirvana recebe processo

Integrantes da banda teriam cometido exploração sexual; entenda.

Foto: Reprodução Internet.

Um dos grandes nomes do rock, a banda Nirvana está envolvida em uma polêmica.

O grupo, que era liderado por Kurt Cobain, teve sucesso repentino e ficou em atividade entre 1987 e 1994.

No total, foram lançados apenas três discos de estúdio. Entre eles, “Nevermind”, que ficou popular por faixas como “Smells Like Teen Spirit”, “Come As You Are”, “Lithium” e “In Bloom”.

O álbum vendeu mais de 35 milhões de cópias e foi classificado entre os maiores de todos os tempos por revistas como Rolling Stone e Time.

VEJA TAMBÉM:

—>  Angelina Jolie cria conta no Instagram para divulgar carta de garota afegã

—>  Polícia Federal cumpre mandado de busca contra Sérgio Reis

—> Site revela artistas que receberam para fazer propaganda do Governo Bolsonaro

Hoje, após 30 anos desde o lançamento, a banda recebeu um processo. Spencer Elden, conhecido como “Bebê do Nirvana”, apareceu na capa do disco “Nevermind” quando tinha apenas 4 meses.

A foto é mundialmente conhecida e mostra uma criança que está nadando pelado e tentando pegar uma nota de um dólar.

Spencer alega que foi explorado sexualmente e pede uma indenização de US$ 150 mil (cerca de R$ 787 mil) de cada uma das partes.

Totalizando 15 réus, entre os envolvidos estão os membros da banda, Courtney Love, viúva de Kurt Cobain, e a gravadora que lançou e distribuiu o disco.

De acordo com os advogados de defesa, houve exploração sexual infantil comercial, desde o lançamento do disco até os dias atuais.

Além disso, afirmam que a foto fez Spencer parecer “um trabalhador do sexo – agarrando-se por uma nota de um dólar”.

O processo cita que Spencer Elden e sua família nunca foram pagos para sua imagem aparecer na capa, e seus pais não assinaram nenhuma autorização de direito de imagem.

No entanto, ele chegou a posar novamente algumas vezes para refazer a imagem. Em 2001, ele refez a cena para a revista Rolling Stone norte-americana, mas usando um calção de banho.

Em 2008, com 17 anos, posou pela terceira vez.

Já em 2016, o jornal New York Post, fez um especial para o aniversário de 25 anos do álbum e Spencer foi o modelo novamente.

Ele já chegou a afirmar que: “era estranho pensar que tanta gente já me viu pelado – me sinto como a maior estrela pornô do mundo”.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários