Quem é Pamella Holanda, mulher que expôs DJ e mostrou a importância de denunciar

Ex-mulher do DJ Ivis mostrou vídeos em que é espancada pelo artista. Relembre famosas que não se calaram e denunciaram a violência de seus ex-parceiros.

Pamella Holanda
Foto: Reprodução Instagram

O nome de Pamella Holanda ganhou grande repercussão desde que a arquiteta denunciou o ex-marido, o DJ Ivis, por agressão na noite deste domingo (11).

A influencer utilizou sua conta no Instagram para mostrar vídeos em que aparece sendo brutalmente agredida pelo DJ na frente da filha do casal, uma criança de apenas 11 meses.

A jovem, que até então era desconhecida para a maioria das pessoas, ganhou conhecimento nacional do dia para a noite e mostrou a importância de denunciar casos de violência doméstica.

Pamella é arquiteta e tem 27 anos de idade. De uns anos para cá, ela começou a trabalhar como influencer digital. Em suas redes sociais, ela compartilha dicas de beleza, moda, arquitetura e maternidade.

VEJA TAMBÉM:

–> Repercute vídeo que mostra DJ Ivis agredindo mulher na frente da filha

–> Famosos falam sobre caso de agressão de DJ Ivis contra a ex-mulher

–> Ex-mulher de Rodriguinho acusa o pagodeiro de agressão

Em abril de 2020, ela anunciou que estava esperando sua primeira filha com o DJ Ivis, Mel. A pequena nasceu em agosto de 2020.

Pamella passou quase um ano sem compartilhar fotos que mostrassem o rosto da filha em suas redes sociais. Foi só no último mês, que ela compartilhou uma foto com a bebê nos braços.

Na ocasião, ela escreveu um texto sobre a vida “não ser perfeita” e fez algumas reflexões.

Pamella e o DJ Ivis tiveram um relacionamento de dois anos. Antes de expôr as agressões do artista, a arquiteta contava com 30 mil seguidores no Instagram.

Hoje, segunda-feira (12), menos de 24 horas depois de compartilhar os vídeos perturbadores em que é agredida por ele, Pamella já conta com mais de 2 milhões de seguidores na mesma rede social.

Entre as milhões de pessoas, estão diversas famosas que têm usado as redes sociais para apoiar Pamella. São elas: Eliana, Ingrid Guimarães, Bianca Andrade, Rafa Kalimann, Deborah Secco e Pocah.

Influentes em suas profissões, essas personalidades apoiando Pamella mostram como é importante uma mulher conseguir denunciar os abusos e a violência doméstica.

Outras famosas também já superaram o medo e colocaram na mídia as agressões que sofreram de seus companheiros, muitos deles, famosos. Relembre:

Luiza Brunet

A atriz teve uma relação de cinco anos com o empresário Lirio Parisotto. Em 2016, ela resolveu denunciar Lirio após ter levado socos e chutes, que a deixaram com hematomas e costelas quebradas.

Na época, a atriz revelou, em depoimento ao Ministério Público, que já havia sofrido outras agressões físicas e psicológicas durante o período em que ficou com o companheiro.

O homem se tornou réu na Justiça e foi condenado em fevereiro de 2019. Depois disso, Luiza se tornou figura atuante sobre direitos humanos e violência contra a mulher em Brasília.

Palmirinha

Em 2012, Palmirinha revelou que viveu um relacionamento abusivo com seu ex-marido, já falecido. “Ele bebia muito, tinha várias amantes. Eu achava que se eu me separasse dele eu iria prejudicar o futuro das minhas filhas. Apanhei muito dele até minha segunda filha se casar. Aí eu me separei, eu tinha 45 anos”, contou em entrevista.

Rihanna

Em 2009, a cantora surpreendeu a todos ao revelar que havia apanhado do então namorado Chris Brown. O cantor foi condenado a trabalhos comunitários e cinco anos de liberdade condicional.

“Eu era muito protetora dele. Eu sentia que as pessoas não entendiam ele. Mas depois de um tempo naquela situação, você percebe que você é o inimigo. Se você suporta o que está acontecendo, talvez esteja aceitando que merece esse tipo de coisa, e foi aí que eu finalmente tive que dizer, fui estúpida em pensar que poderia aguentar isso”, revelou em entrevista à “Vanity Fair“.

Gretchen 

A dançarina já revelou em entrevista que apanhava do ex-marido, pai do seu filho Sérgio Aversani. “Eu vivia em uma gaiola de ouro, porque ele realmente tinha muito dinheiro”, desabafou a cantora em um vídeo em seu canal sobre violência contra a mulher. Segundo ela, o terceiro marido chegou a apontar um revólver em seu pescoço após ela tentar ir embora, ameaçando também o filho que os dois tiveram juntos.

Luana Piovani

Em 2008, Luana Piovani abriu o jogo e contou ter sido agredida pelo então namorado, o ator Dado Dolabella, durante uma briga. Na ocasião, até a camareira do casal acabou se ferindo gravemente. Após a denúncia, ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha.

“Ele me agrediu, sim, fisicamente. Tanto que ele foi processado. Só que com a Dona Esmê [camareira do casal, de 65 anos na ocasião] a agressão foi considerada grave. Ela ficou com os dois antebraços engessados. No meu caso, foi uma bifa gigante na fuça mesmo, na cara. E me machucou os braços, porque me apertou. Mas eu não deixei de trabalhar. Só fiquei usando um casaquinho para conter a vergonha dos braços”, relembrou ela recentemente em canal do YouTube. “Aquela cena me fez ver que não quero isso pra mim. Ainda bem que aconteceu antes de eu me casar com ele. Fui salva aos 44 minutos do segundo tempo”, disse Luana à “IstoÉ Gente”.

Duda Reis

Em janeiro deste ano, Duda Reis e Nego do Borel ficaram entre os assuntos mais comentados do Brasil. Isso porque a influencer registrou um boletim de ocorrência contra o cantor, com quem ficou junto por dois anos.

Em uma série de vídeos gravados em seu Instagram, ela disse que era chantageada pelo ex, e que Nego chegou a ameaçar matar sua família. Ela, inclusive, o acusou de estupro e de lhe dar remédios para dormir. Ele, no entanto, nega as acusações. O caso está na justiça.

Whitney Houston

Em entrevista à Oprah, a cantora revelou que viveu um casamento perturbador com o ex-marido Bobby Brown. “Ele cuspiu na minha cara e a minha filha assistiu. Passava por mim e me empurrava contra a parede”, revelou. Segundo ela, havia sido o ex-marido quem a levou para o caminho das drogas e a união acabou após 15 anos. Bobby chegou a ser denunciado às autoridades depois de agredir Whitney e deixá-las com diversas marcas no rosto e corpo.

Se sofrer ou presenciar qualquer tipo de violência contra a mulher, DENUNCIE: DISQUE 180.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários