Paixão de Cristo de Nova Jerusalém deve acontecer em outubro

Devido à pandemia do novo coronavírus, evento não foi realizado em 2020.

Foto: Reprodução Internet.

O maior espetáculo teatral ao ar livre, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém poderá ser realizada em outubro deste ano.

Por meio da Secretaria de Turismo, a Sociedade Teatral de Fazenda Nova em parceria com o governo de Pernambuco está tentando viabilizar o espetáculo.

O evento, que não aconteceu em 2020 pela primeira vez após mais de 50 anos devido à pandemia de Covid-19, seria realizado entre os dias 7 e 12 de outubro de 2021.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Robinson Pacheco, o presidente da Sociedade Teatral da Fazenda Nova, disse que a realização do evento fora de época só será possível dependendo da evolução da vacinação e dos protocolos sanitários.

VEJA TAMBÉM:

—> Paixão de Cristo de Nova Jerusalém acontece entre 13 a 20 de abril

—> Paixão de Cristo de Nova Jerusalém: Evento não acontecerá em 2020

—> Após pausa devido à pandemia, Cirque du Soleil retoma espetáculos

Para ele, com a realização da Paixão de Cristo vários empregos serão gerados e a economia local será aquecida.

Além de trabalhar a possibilidade de em 2022 o evento acontecer na data correta, durante a Semana Santa.

Recebendo cerca de 70 mil pessoas por ano, ao todo o espetáculo conta com 450 atores, além de outras 600 pessoas envolvidas no processo, como técnicos, cabeleireiros e maquiadores.

Em 2019, nomes como Juliano Cazarré que interpretou Jesus Cristo, Priscila Fantin que fez Maria, Gabriel Braga Nunes interpretou Pilatos e Ricardo Tozzi que viveu Herodes, além de Bruno Lopes, que fez o apóstolo João, Ricardo Mourão, Júlio Rocha e José Barbosa que foi Judas, o elenco contou com mais de 50 atores.

No ano passado, o evento foi cancelado às vésperas de sua realização. Ainda houve expectativa para que o espetáculo acontecesse em setembro, mas não foi possível.

Com informações de JC.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários