Nego do Borel é indiciado por violência doméstica contra ex-namorada

Acusações são de Swellen Suer, ex-namorada e ex-assessora de imprensa do cantor.

Nego do Borel

Nego do Borel foi indiciado pela delegacia de atendimento à mulher (Deam) de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por violência doméstica contra a ex-namorada Swellen Suer.

De acordo com a Polícia Civil, o cantor foi indiciado pelo crime de lesão corporal na forma da Lei Maria da Penha.

Swellen foi assessora de imprensa de Nego e namorada do cantor de 2012 a 2015, época em que aconteceram diversas agressões.

Em entrevista recente ao Fantástico, a empresária revelou que foi agredida por Nego do Borel com socos na costela. Ela também disse que ele a enforcou com o carregador de um telefone celular.

VEJA TAMBÉM:

–> Quem é Pamella Holanda, mulher que expôs DJ e mostrou a importância de denunciar

–> Qual a ligação de Anitta e Luísa Sonza com o caso Nego do Borel?

–> Após polêmica, Nego do Borel lança ‘Recomeçar’

Sobre o temperamento do ex, ela disse: “Ser contrariado e quebrar coisas. Ser contrariado e bater com a própria cabeça numa placa de rua. Ser contrariado e te chamar num camarote de uma boate e te dar um soco na costela”.

Swellen também falou sobre uma agressão que teria acontecido após uma crise de ciúmes de Nego do Borel.

“Ele ficou com ciúmes e veio atrás de mim, falando, reclamando. Estava com carregador e o celular na mão e me encostou na parede, e colocou o carregador. Na hora você não realiza muito bem o que está acontecendo. Até que senti realmente, que me faltou o ar. Eu estava com uma amiga e ele com o empresário dele, eu chamei por eles e ele se afastou”.

Na época das revelações, Nego do Borel desmentiu a ex e disse: “Não aconteceu isso. Não entendo por que ela fala que deixei ela sem ar, dei soco na costela dela, era muito agressivo e ela não fez nenhum registro na delegacia. Ela tinha que ter feito, e ela não fez. Isso é o certo.”

DUDA REIS

A influencer Duda Reis, que namorou nego do Borel depois de Swellen, também denunciou o cantor por agressão, estupro, chantagem e ameaça.

Em janeiro deste ano, Duda usou as redes sociais para expor o então namorado. Na época, ela gravou diversos vídeos nos Stories onde apareceu muito abalada e chorando muito.

Ela contou diversos episódios de agressão que viveu com o cantor e falou sobre o relacionamento abusivo dos dois.

“A primeira agressão que eu lembro e tenho várias testemunhas foi no aniversário dele. Ele veio em cima de mim e me jogou em cima de várias cadeiras”, contou.

“Teve um episódio em que ele conseguiu quebrar uma porta no meio dando uma cabeçada para não me quebrar. Ele dizia isso”, detalhou.

Sobre ter sido estuprada pelo cantor, ela disse: “Tem até um vídeo que saiu na internet em que estou bem dopada. O que acontecia era que ele chegava e ele vinha ter relação sexual comigo e eu aceitava. Eu não tinha consciência. Às vezes, a gente acha que estupro é a pessoa te pegar e sair arrastando. Mas não. Quando tive essa consciência, eu fiquei muito mal. Passei e me submeti a muitas coisas quieta, o que é pior”.

Com a grande repercussão do caso, Duda Reis e Nego do Borel deram entrevistas ao Fantástico. O cantor se defendeu de todas as acusações e alegou ser inocente.

A influenciadora registrou um boletim de ocorrência contra o músico. No depoimento à polícia na Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, ela disse que encontrou um fuzil e a quantia de R$ 2 milhões em dinheiro na casa do artista.

Com informações de G1

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários