Famosos homenageiam o jornalista e escritor Artur Xexéo

Ele lutava contra um linfoma e morreu aos 69 anos.

Artur Xexéo
Foto: Reprodução Internet.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, o escritor, jornalista e dramaturgo Artur Xexéo morreu neste domingo (27).

Aos 69 anos, ele estava internado fazendo o tratamento conta um linfoma.

Ele recebeu o diagnóstico apenas duas semanas atrás e realizou a primeira sessão de quimioterapia na quinta-feira.

Na sexta, o jornalista teve uma parada cardiorrespiratória, que foi revertida. Mas, em função dela, não resistiu e morreu na noite deste domingo.

VEJA TAMBÉM:

–>  Morte de Cristiano Araújo completa 6 anos nesta quinta-feira (24)

–> Leonardo lembra os 23 anos da morte de Leandro: ‘Saudades imensas’

–> Morre mãe de Faustão aos 95 anos

Através das redes sociais, fãs, colegas e admiradores do trabalho de Artur deixaram suas homenagens.

Nesta segunda-feira (28), o nome dele ainda aparecia entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Ele escreveu livros como”Janete Clair: a Usineira de Sonhos”, “Liberdade de Expressão” e “Hebe, a biografia”.

Como jornalista passou por alguns dos principais jornais do Brasil, era colunista do O Globo e comentarista no GloboNews, além de já ter trabalhado na Veja e no Jornal do Brasil.

Dramaturgo, uma das últimas peças que escreveu foi “Bibi, Uma Vida Musical”, uma homenagem à Bibi Ferreira, considerada a diva do teatro.

Famosos deixaram suas homenagens e relembraram a trajetória do profissional.

Nomes como: Sônia Bridi, Mariana Xavier, André Trigueiro, Marcelo Adnet e Luciano Huck, foram alguns dos que falaram sobre a morte de Artur.

“A imprensa brasileira está de luto. Partiu Arthur Xexéu. O colunista era um ícone do jornalismo cultural. Carioca da gema, Xexéu foi amante do teatro, da literatura, do cinema, da música e da televisão. Aos inúmeros amigos e à família, meus sentimentos.”, escreveu Luciano através de uma publicação no Twitter.

“A morte surpreendente do Artur Xexeo acrescenta uma dor às dores que vivemos. Não apenas por causa da COVID-19 , mas, sobretudo, pelo ambiente tenebroso que envolve a cultura nacional que ele representava como jornalista, mas também autor teatral e escritor. A vida piora.”, desabafou o jornalista Merval Pereira.

Confira publicações sobre o assunto:

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários