Britney Spears irá depor sobre seu processo de tutela nesta quarta (23)

Cantora revelou que foi internada à força e vivia com medo.

Britney Spears
Foto: Reprodução Internet.

Na manhã desta quarta-feira (23), através da hashtag “FreeBritney” o nome de Britney Spears já aparecia entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Hoje, a cantora, compositora e dançarina norte-americana irá depor pela primeira vez sobre o processo de sua tutela.

Para apoiá-la, os fãs fizeram publicações sobre o caso através das redes sociais.

Para a Justiça, a cantora revelou que foi internada à força, vivia com medo e sofria com o controle excessivo de seu pai.

VEJA TAMBÉM:

—> ‘Framing Britney Spears’: 5 fatos chocantes que vimos no documentário da cantora

—> Britney Spears lança nova música em parceria com Backstreet Boys

—> Chris Brown é investigado após nova denúncia por agressão

No ano passado a cantora entrou com um pedido para remover seu pai, Jamie Spears, da tutela.

Ele tem controle sobre sua vida, negócios e fortuna desde 2008, quando foi nomeado na justiça americana como responsável legal da cantora, que passou a ter problemas com a saúde mental a partir de 2007.

Atualmente com 22 anos da carreira de Britney como cantora profissional, 13 foram vividos tendo o pai como tutor.

Em “Framing Britney Spears: A Vida de uma Estrela”, documentário do jornal “The New York Times”, que está disponível no Globoplay, detalhes sobre o processo da tutela da artista é abordado.

De acordo com as informações da revista Forbes, a cantora com 39 anos atualmente tem uma fortuna de US$ 60 milhões, valor bem abaixo do esperado para uma carreira de tanto sucesso.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, a participação da cantora na audiência vai acontecer de forma virtual, assim como a de outras partes envolvidas no caso.

O jornal New York Times divulgou algumas informações, como o primeiro pedido de remoção da tutela feito pela cantora em 2014.

Nos documentos da Justiça, Britney chegou a firmar que sentia que “a tutela se tornou uma ferramenta opressora e de controle sobre ela”.

A artista também informou que queria que a tutela fosse encerrada o mais rápido possível, pois estaria cansada de ser explorada.

A cantora ainda afirmou que o pai estava “obcecado” e controlava quem podia ser seu amigo ou não, quem ela namorava e até a possibilidade de fazer reformas em sua casa.

Confira algumas publicações sobre o assunto:

Com informações de G1.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários