Morre Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19

Cantor, de 84 anos, estava internado desde o dia 17 de março.

Cantor Agnaldo Timóteo

Morreu na tarde deste sábado (03) Agnaldo Timóteo, de 84 anos, vítima da Covid-19. O cantor estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio.

No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para “ser tratado de forma mais segura” contra a doença. Na ocasião, a família emitiu um comunicado.

“Por se tratar de uma doença traiçoeira, altos e baixos, a idade e com o intuito de tentar preservar a evolução positiva clínica e laboratorial até o momento e tentar melhorar a lenta recuperação dos pulmões, Timóteo necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, a partir de hoje às 7 horas manhã, para ser tratado de forma mais segura”, diz o texto.

VIU ISSO?

–> Morre mãe de Padre Fábio de Melo, vítima de Covid-19

–> Com Covid-19, humorista Paulo Gustavo está internado no Rio de Janeiro

–> Padre Fábio de Melo lamenta internação da mãe por Covid-19

Neste sábado, a família do cantor emitiu um comunicado informando sobre a morte de Agnaldo.

“É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo.

Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas.

Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu!

Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações!

A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha.

A Família informa que a Corrente de Fé, com pensamentos positivos e orações, permanecerá, em prol da cura final dessa doença e pelos que ainda estão lutando.

#LuzTimóteo!

Ruth Timóteo”.

Nesta sexta-feira (02), Agnaldo teve uma piora em seu quadro clínico e necessitou de mais atenção. Porém, neste sábado, ele não conseguiu mais lutar contra o vírus.

QUEM FOI AGNALDO TIMÓTEO

Agnaldo Timóteo Pereira foi um cantor, compositor, escritor e político brasileiro. Passou toda a sua infância em sua terra natal, Caratinga. Desde pequeno se interessou por música e se apresentava nos circos que passavam pela cidade.

Iniciou sua carreira como intérprete de versões de sucessos internacionais. Teve grande popularidade nas décadas de 1960-1970, foi recordista de vendas de discos e foi agraciado com vários prêmios ao longo de sua carreira.

Entre suas músicas de maior sucesso estão “Os Verdes Campos da Minha Terra”, “Meu Grito”, “Deixe-me Outro Dia”, entre outras.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários