‘Anitta: Made In Honório’: Fã processa cantora e Netflix

Filha e neta de dona Ilza utilizaram as redes sociais para criticar a cantora; entenda o caso.

Foto: Reprodução Internet.

Quem é fã da Anitta ou assistiu “Anitta: Made In Honório“, conhece a dona Ilza.

A idosa de 72 anos que é muito fã da cantora, acompanha Anitta desde o início de sua carreira.

De acordo com uma matéria publicada nesta quinta-feira (14), por Fabia Oliveira, colunista do jornal O Dia, a fã entrou com uma ação judicial contra a cantora e a plataforma de streaming Netflix.

A defesa de dona Ilza afirma que ela estava internada no CTI de um hospital por conta da COVID-19, e que soube que sua imagem estaria sendo veiculada na série “Anitta – Made in Honorio“, produção da Netflix que foi lançada no dia 16 de dezembro.

VIU ISSO?

—> Foo Fighters lança ‘Waiting On A War’

—> Netflix libera teaser oficial para ‘Pelé’

—> ‘Anitta: Made In Honório’ repercute na web

Após a repercussão da notícia, Gabriela Pinheiro e Mariah, que são neta e filha de dona Ilza, utilizaram os Stories do Instagram para falar sobre o caso.

Elas informam que a idosa sempre frequentou programas de televisão para encontrar a cantora, acompanhava a carreira da anitta e fazia peças de tricô para presenteá-la. Assim como, dona Ilza não sabia que estava sendo filmada, logo, não autorizou o uso de sua imagem na série

A família alega que, após o lançamento de “Anitta: Made In Honório“, Ilza foi vítima de chacota e memes nas redes sociais, enquanto estava internada.

Dona Ilza aparece no quinto episódio da série. Na ocasião, ela estava levando um presente para Anitta e conseguiu entrar na casa da cantora.

Através das redes sociais, Anitta publicou a nota de seus advogados. Eles informam que a cantora ainda não foi notificada pela justiça sobre o caso:

“Reforçam que a ideia da série documental é mostrar a realidade da vida de Anitta, sem manipular a veracidade dos fatos e com a expressa autorização de todos os envolvidos”.

O assunto repercutiu nas redes sociais e os internautas deram opinião sobre o caso.

Confira algumas das publicações:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários