Governo de São Paulo anuncia retomada de eventos

Com a compra de 4 milhões de doses de Coronavac, João Dória divulgou a realização dos eventos: Grande Prêmio de Fórmula 1, Campus Party e Oktoberfest.

São Paulo
Foto: Reprodução Internet

O governador de São Paulo, João Dória, anunciou nesta quarta-feira (07), durante uma coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, na zona sul da capital paulista, a retomada do setor de entretenimento no Estado.

Nos próximos meses, o governo realizará diversos eventos-teste no Estado com pessoas vacinadas e testadas para o coronavírus, que serão monitoradas posteriormente.

A retomada dos eventos e do setor de entretenimento será possível graças à compra de 4 milhões de doses da Coronavac, negociadas diretamente com o laboratório Sinovac, o que deve adiantar o processo de vacinação no Estado.

Segundo o governador, as doses devem estar prontas para serem aplicadas na população a partir do dia 26 de julho.

VEJA TAMBÉM:

—> Lollapalooza anuncia datas para o festival no Brasil

—> Salvador terá evento-teste para 500 pessoas em julho

—> Os principais museus brasileiros que voltaram a receber visitas presenciais

Entre os eventos divulgados por João Dória estão o Grande Prêmio de Fórmula 1, que acontecerá em novembro, a Campus Party, marcada para o mesmo mês e a Oktoberfest, que costuma acontecer em outubro.

Além desses eventos, estão na lista festivais de música, competições esportivas, feira de economia criativa, e exposição de arte.

Eventos previstos pelo governo paulista:

  • Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1;
  • Campus Party;
  • CCXP;
  • Oktoberfest;
  • 4 shows na Arena Allianz Parque (de música sertaneja, eletrônica e funk);
  • 1 concerto;
  • SP Arte;
  • Feiras de economia criativa no Memorial da América Latina e em Campinas;
  • eventos sociais (como casamentos).

Segundo o governo, todos os eventos seguirão normas sanitárias rígidas, como exigência de vacinação e testagem dos participantes, capacidade reduzida, uso obrigatório de máscara e álcool em gel.

Ampliação de horários

Durante a coletiva de imprensa, Doria também anunciou a flexibilização dos horários do comércio até as 23h, adiantada por ele no início da semana, a partir desta sexta-feira (9).

Até o momento, bares, restaurantes, padarias e comércios em geral só podiam funcionar com o limite de horário de fechamento às 21h. Apesar da ampliação, o “toque de recolher” entre as 23h e 5h está mantido.

Com informações de G1, Metrópoles e UOL

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários